Profissional de gestão de qualidade: qual o perfil ideal?

Profissional de gestão de qualidade: qual o perfil ideal?

Entregar o maior valor possível para seus clientes é um dos principais objetivos de qualquer negócio. É isso que garante o fechamento de uma venda e a melhor reputação da empresa no mercado. Para garantir que essas demandas sejam mais bem atendidas, o trabalho de um profissional de gestão de qualidade faz toda a diferença.

A função exata desse colaborador pode ser um pouco difícil de apontar com precisão. Em linhas gerais, ele deve acompanhar o processo de produção, atendimento e entrega do produto/serviço da empresa. A partir de suas análises, ele atua para melhorar a qualidade total que é entregue no fim do processo, propondo mudanças e ajustes ao longo do caminho.

Materiais diferenciados, treinamentos, novas ideias, busca por diferentes demandas, entre outras coisas, estão no escopo do profissional de gestão de qualidade. Se você deseja atuar ou já atua nessa área, é importante ter em mente o perfil de atuação esperado. Algumas qualidades e habilidades são imprescindíveis para trabalhar nesse setor.

Para esclarecer melhor essa questão, descubra abaixo uma lista com 7 características desejadas nesses profissionais. Acompanhe!

1. Integra os objetos da qualidade aos da empresa

Algo que diferencia o profissional da qualidade altamente eficaz de outros medianos é o quanto conhece e contribui com os objetivos do negócio. A empresa tem como alvo ofertar produtos e serviços que irão satisfazer e fidelizar seus clientes, alcançando os resultados.

Faz parte dos objetivos da qualidade alcançar um ótimo padrão em seus produtos e serviços, para que a empresa seja reconhecida e admirada por seus clientes e até mesmo por seus concorrentes. Porém, os custos precisam ser controlados para que os resultados da empresa sejam atingidos. O profissional de gestão de qualidade precisa ter essa capacidade de fazer acontecer a qualidade do produto ou serviço e manter os custos a níveis aceitáveis, contribuindo com os resultados esperados pela Organização.

2. Possui habilidades de liderança

Um profissional de gestão de qualidade, na maior parte do tempo, se dedica a corrigir diversos aspectos dos processos da empresa, incluindo a atuação de outros colaboradores. Porém, como você já deve saber, sua atuação se torna irrelevante quando não há cooperação por parte dos demais envolvidos. Nessas horas, um perfil de liderança é muito útil.

A capacidade de guiar um grupo, fazê-los entender seu argumento e coordenar diferentes pontos de vista é primordial para lidar com grupos. Considerando que você nem sempre será um rosto familiar para muitos colegas, ter habilidades de liderança pode o ajudar a se inserir melhor em uma equipe e promover mudanças positivas.

3. Tem boa comunicação interpessoal

Frequentemente, você terá que lidar e interligar múltiplas fontes de informação. Afinal, um problema na hora da entrega do serviço/produto pode se originar em qualquer ponto da cadeia. Isso significa que você estará lidando com pessoas de diferentes origens, históricos, formações e personalidades. Cada uma se expressará de formas diferentes, exigindo que você interprete cada um individualmente.

Mais do que isso, você terá que intermediar boa parte dessas trocas de informação. Para fazer isso com maior eficiência, você precisa ter boas habilidades de comunicação, transmitindo suas ideias e compreendendo o que outros dizem. Mais uma vez, essa é uma qualidade que se desenvolve com a prática, não havendo muitas fórmulas.

4. Pensa estrategicamente

Como profissional de gestão de qualidade, seu trabalho é, em essência, desenvolver e adaptar estratégias de atuação para a empresa. Para cumprir esse papel, você deve treinar sua mente para pensar de uma forma específica. Considerar diferentes resultados possíveis, estudar as variáveis envolvidas e sempre estar à frente do mercado.

Há várias maneiras de sistematizar a sua forma de raciocinar o mundo, adotando mais padrões e levantando questões específicas frequentemente. Por exemplo, “por que estamos tomando essa atitude?” ou “isso é realmente relevante para nossos clientes?”. Documentar seu processo lógico é uma boa forma de desenvolver e manter um pensamento estratégico.

5. Busca melhoria contínua

A qualidade de um produto/serviço não é uma característica unidimensional, muito menos algo estático. Se o seu público está satisfeito com o que recebe agora, pode ser que esses produtos não sejam mais tão relevantes após alguma mudança de contexto. Mesmo que esse não seja o caso, você sempre pode aprender coisas novas e usá-las para agregar valor ao seu trabalho.

Seu aprendizado pode ocorrer de duas formas: ganhando mais experiência na empresa em que você trabalha ou se especializando em aspectos da sua formação. Se você já possui uma tendência a buscar mais conhecimento e se especializar, já terá uma grande vantagem como profissional de gestão de qualidade.

É imprescindível ter em mente que há sempre espaço para melhorar um pouco a cada dia, apresentando um trabalho continuamente melhor.

6. Sabe fazer uma boa gestão de mudanças

Como você já deve saber, raramente a realidade está de acordo com todos os seus planos. Se recusar a mudar é um erro grave, mas fazer alterações muito caóticas no seu trabalho também torna os resultados menos consistentes. Para ter mais produtividade, o ideal é equilibrar flexibilidade e disciplina.

Ter capacidade para manter o foco nos seus objetivos, mesmo diante de alguma adversidade, é uma característica muito importante na gestão de qualidade de qualquer empresa. Ao planejar as mudanças da sua empresa, faça sempre uma análise de risco para otimizar seus resultados.

7. Possui disposição para lidar com novas experiências

Um profissional de gestão de qualidade trabalha para atender aos padrões estabelecidos pela empresa, mas também para colocar seu negócio à frente da concorrência. Para atingir esse resultado, você precisa se dispor a tomar riscos e aprender coisas que estão fora da sua zona de conforto.

Essa é uma característica cada vez mais útil em um mercado volátil como o atual. Mesmo setores que parecem não ter se alterado com o passar dos anos adotam novas soluções para melhorar a eficiência de seus processos. Seja uma nova tecnologia, técnica ou metodologia de trabalho. Se você não está disposto a seguir essas tendências, terá problemas no seu dia a dia de atuação.

Algo que pode ajudar nesse ponto é terminar cada semana de trabalho com uma sessão de “lições aprendidas”. Ou seja, você repassa tudo aquilo que ocorreu, avalia seus erros e encontra pontos em que pode melhorar. Dessa forma, você evita cometer os mesmos erros e continua elevando a qualidade dos seus negócios.

Agora você conhece melhor o perfil ideal para um profissional de gestão de qualidade. Lembrou-se de alguma característica que ficou de fora ou ainda tem alguma dúvida sobre o tema? Então, não deixe de compartilhar as suas ideias conosco e com os demais leitores. Escreva seu comentário logo abaixo!

No Comments

Cancel