Gestão de qualidade: tudo que você precisa saber para ficar atualizado

Gestão de qualidade: tudo que você precisa saber para ficar atualizado

A gestão de qualidade é uma área muito importante para a organização. Ela é uma das principais forças para o aperfeiçoamento contínuo dos produtos e serviços e, consequentemente, para oferecer o melhor para o cliente. A proposta é a de atender às necessidades do consumidor e até mesmo superar as suas expectativas.

Mas para alcançar esse bom resultado, a corporação tem que empreender uma série de esforços para se capacitar e alcançar os padrões necessários. Preparamos este post especial para você ficar atualizado em gestão de qualidade. Ficou interessado? Continue com a gente e entenda mais sobre o tema!

Quais as principais mudanças com a versão de 2015 da ISO 9001?

A ISO (International Organization for Standardization — Organização Internacional de Normatização) é reconhecida internacionalmente. Periodicamente, ela lança normas para alinhar os modelos de gestão de qualidade à realidade. Além disso, a ISO oferece um selo para as empresas que implementam sistemas de gestão da qualidade baseados em requisitos normativos e são aprovadas na auditoria de certificação.

Em 2015, a ISO lançou a nova versão da ISO 9001, em substituição ao padrão de 2008. Há algumas mudanças de terminologia para englobar as modificações do mercado. Adicionalmente, o Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ) passa a se direcionar também para outras partes, como colaboradores, fornecedores, sindicatos, acionistas, entidades governamentais, comunidade e clientes. Os princípios também foram modificados: na versão anterior eram 8 e agora são 7.

As organizações que já eram certificadas na versão 2008 têm até setembro de 2018 para migrarem para o novo padrão. Assim, é importante mobilizar todas as pessoas envolvidas com o Sistema de Gestão de Qualidade da organização para garantir o alinhamento ao modelo da norma e facilitar o processo de implantação e certificação.

Quais são as principais ferramentas de qualidade?

Há diversas ferramentas de qualidade que você pode aplicar no seu negócio. Confira mais a seguir!

Diagrama de Pareto

O diagrama de Pareto é uma aplicação do princípio de Pareto, que diz que 80% dos resultados são fruto de 20% das causas. Assim, uma grande parte dos produtos resulta de ⅕ das ações. Estas são as tarefas mais cruciais da empresa e se elas forem priorizadas e otimizadas, os resultados virão à tona mais rapidamente. Por isso, essa poderosa ferramenta é ideal para você escolher sobre quais processos vai agir.

Ciclo PDCA

PDCA é a sigla para Plan (Planejar), Do (Fazer), Check (Verificar) e Act (Agir). Essa é uma ferramenta para você gerenciar ações sobre processos, de forma que todas as mudanças sejam planejadas, passem por revisões e sejam devidamente corrigidas.

Matriz GUT

Esse método é uma matriz de priorização de problemas que classifica as adversidades que aparecem de acordo com a Gravidade, a Urgência e a Tendência. Com ele, você poderá identificar quais são seus problemas de curto, médio e longo prazo e as medidas que demandam ações imediatas.

Ferramenta 5W2H

O 5W2H é um modelo estruturado para organizar planos de ação. Cada letra indica um questionamento: What (o que será feito), Who (quem fará), Where (onde), When (quando), Why (por que será feito), How (como vai ser feito) e How much (quanto custará).  Uma boa dica é usar ferramentas como Pareto ou GUT para priorizar atividades importantes e depois montar um Plano de Ação para implementá-las utlizando 5W2H.

Quais os princípios da gestão de qualidade?

A ISO 9001: 2015 estabelece 7 princípios de gestão de qualidade. Quer entender quais são eles? Confira!

Foco no cliente

A qualidade dos processos deve estar direcionada para os clientes. Assim, as melhorias que são feitas e a busca de aprimoramento de desempenho devem ser realizados a serviço do consumidor. A ideia é baseada no fato de que eles são a razão de existência da corporação, desenvolvendo um ciclo construtivo em que a empresa promove o melhor para o cliente e o comprador também beneficia o empreendimento.

Liderança

Nos Sistemas de Gestão de Qualidade, a palavra liderança é um conceito amplo. Além de envolver ações de gerenciamento de equipes e comando, inclui também os processos decisórios e a promoção de mudanças e ações.

É preciso contar com líderes preparados e dispostos, capazes de desenvolver soluções com criatividade. Dessa forma, é possível ofertar produtos e serviços em melhores condições para os clientes, aumentando as chances de satisfação.

Engajamento das pessoas

Engajamento em meios corporativos é quando o profissional investe energia nas atividades, se comprometendo com os processos e resultados. Ele inclui o envolvimento psicológico com o trabalho, sendo um elemento importante para maximizar a qualidade dos produtos e serviços.

Além disso, quando os profissionais estão engajados, eles apresentam uma postura mais efetiva com os clientes. São mais disponíveis e capazes de oferecer um atendimento bom e que realmente solucione as necessidades do consumidor. Se toda a equipe é engajada, os procedimentos são melhor encadeados para gerar o melhor desempenho possível.

Abordagem de processos

O pensamento em uma empresa deve ser sistêmico, ou seja, é preciso considerar que os elementos estão interligados e se influenciando mutuamente. Para isso, é importante compreender não unidades separadas, mas sim processos complexos e encadeados.

Se você adota essa abordagem no seu empreendimento, é possível ter um pensamento mais amplo e global, capaz de promover soluções integradas. Dessa forma, você consegue estabelecer medidas adequadas, evitando falhas e atendendo às qualificações necessárias para manter a excelência do negócio.

Tomada de decisão baseada em evidências

Os processos decisórios no empreendimento não podem ser baseados em ideias vagas ou especulações. A empresa precisa de evidências concretas para fazer suas escolhas. Se você segue apenas ideias pouco firmes para orientar as escolhas do negócio, muita coisa pode sair fora do planejado.

Com a falta de propostas sólidas para sustentar suas posturas, as tarefas podem sair do controle, comprometendo a qualidade das entregas. Assim, é importante investir em decisões baseadas em evidências, como números, medidas e fatos. Dessa forma, você evita falhas na sua corporação.

Melhoria

Para manter um bom sistema de gestão de qualidade, a empresa deve estar em uma constante busca de melhoria contínua. Sempre é possível progredir em algum processo. Assim, não é recomendado se conformar e cruzar os braços.

O mercado está em modificação constante e, com isso, as necessidades e desejos dos consumidores também se alteram. A corporação precisa ficar atualizada e acompanhar o ritmo das mudanças, por meio de uma política de desenvolvimento.

Gestão de relacionamentos

Ter uma boa política de relacionamentos na empresa é fundamental para garantir o oferecimento de produtos e serviços de qualidade. Quando os relacionamentos entre colaboradores e entre profissionais e clientes não são bem estabelecidos, acontecem falhas de comunicação, erros nas entregas e dificuldades variadas no cotidiano do negócio.

Dessa maneira, manter uma boa gestão de relacionamentos é importante para garantir a efetividade dos processos. Assim, você minimiza os gargalos da produção e traz mais satisfação para o consumidor.

Para ficar atualizado na gestão de qualidade, é importante estar informado sobre a versão 2015 da ISO 9001. O novo padrão tem uma série de terminologias e princípios diferentes do anterior. A proposta é a de que a norma também acompanhe as variadas formações de mercado e incorpore inovações.

Há vários princípios e ferramentas para que você possa orientar a sua gestão para o aprimoramento contínuo e a promoção de um SGQ de sucesso. E então? Gostou de se atualizar sobre a gestão de qualidade? Aproveite e deixe o seu comentário!

No Comments

Cancel