Como atender aos requisitos da ISO 9001:2015?

Como atender aos requisitos da ISO 9001:2015?

Não é novidade para ninguém que os requisitos da ISO 9001:2015 receberam alterações na última versão da norma. As mudanças estruturais fizeram com que a norma se preocupasse mais com a postura da empresa do que com a elaboração de documentos em si, dando para a certificação um padrão mais sensível.

É muito comum que gestores da área encontrem dificuldades para atender a todas as exigências. No entanto, vale lembrar que as etapas da implementação geram benefícios muito vantajosos para a empresa, como organização, clareza nos processos e fortalecimento da imagem, entre muitos outros.

Se você tem dúvidas sobre como garantir sucesso em todos os requisitos da ISO 9001:2015, continue acompanhando este post e se prepare para adquirir conhecimento útil.

Quais são os requisitos da ISO 9001:2015?

Antes de tudo, você precisa saber quais são as exigências da ISO 9001, certo? A ISO 9001:2015 tem 10 capítulos. Os 3 primeiros reservam informações de introdução ao uso e aplicação da norma. O restante é preenchido com a apresentação dos seguintes requisitos:

Contexto da organização

Nesse primeiro requisito, as organizações se comprometem a conhecer o contexto interno e externo que influencia no Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). Para isso, é preciso identificar as partes interessadas no empreendimento e firmar um planejamento estratégico para direcionar as ações da equipe.

Liderança

Quando o assunto é a liderança no contexto da norma, vale mencionar que a revisão de 2015 fez questão de responsabilizar a Alta Direção da empresa pelo envolvimento e pela prestação de contas sobre os resultados do SGQ.

Dessa forma, os diretores da empresa passam a ser obrigados a permanecer engajados com a gestão da qualidade, apoiando as demais lideranças, guiando o foco no cliente e lutando também pelo estabelecimento da política do sistema.

Planejamento

Essa parte da norma trata das ações para a abordagem não só de riscos, mas também de oportunidades. Além disso, o planejamento inclui a fixação de metas e projeções de mudanças. Desse modo, todos os riscos corporativos (operacionais, táticos e estratégicos) que podem afetar o SGQ devem ser levados em conta, assim como as oportunidades.

Apoio

É aqui que a instituição dimensiona tudo o que será preciso para o pleno funcionamento do SGQ. O capítulo sobre apoio fala a respeito dos recursos empregados na empresa. Mão de obra, conhecimento organizacional, ambiente para operação dos processos, infraestrutura, monitoramento e rastreabilidade de medição estão dentro do pacote a ser analisado.

Ainda nesse requisito, os líderes devem discutir e definir:

  • os critérios de competência;
  • as metodologias utilizadas para a conscientização e comunicação;
  • o tratamento da informação documentada — elaboração, atualização e controle.

Operação

Entre os requisitos da ISO 9001:2015, esse é o capítulo mais longo. Nele são tratados os seguintes pontos:

  • planejamento operacional;
  • controle operacional;
  • requisitos das operações;
  • projeção e desenvolvimento de produtos e serviços;
  • controle de todas as mudanças internas e externas.

Avaliação de desempenho

Essa parte da norma estabelece exigências voltadas para o acompanhamento, a medição, a análise e a avaliação de desempenho em aspectos variados, que vão desde a conformidade de produtos e serviços e eficácia do SGQ até o grau de satisfação do cliente. As análises requeridas devem ser feitas por meio de auditorias internas com relatórios que deverão ser conferidos e aprovados pela direção.

Melhoria

O último capítulo traz um senso de continuidade para as aplicações, solicitando que a empresa encontre oportunidades para melhorias. O Sistema de Gestão da Qualidade deve ser visto como um projeto de adequação e eficácia contínua, buscando sempre o aumento da satisfação do cliente. É também preciso determinar os mecanismos para o tratamento das não conformidades identificadas.

Como atender a todos esses requisitos?

Entender o contexto da empresa

Uma das principais ferramentas para atender aos requisitos da ISO 9001:2015 é compreender não apenas a sua empresa, mas o contexto que a envolve. Existem muitas questões internas e externas que afetam as organizações, tais como logística, diversidade cultural, mercado de atuação, relação com o meio ambiente, entre muitos outros.

A implementação do SGQ depende de líderes que se dispõem a conhecer a fundo os processos internos da empresa e as forças externas que causam impacto sobre o negócio. Uma vez que a realidade do empreendimento é bem compreendida, tanto a política quanto os objetivos da qualidade têm melhores chances de fazer sentido para a estratégia de negócios.

Saber enxergar os riscos e as oportunidades

Se você já tem alguma experiência ou contato com a ISO 9001:2015, deve saber que os capítulos estão interligados. Essa norma foi construída com base em metodologias de planejamento em que etapas são dependentes umas das outras. Por sua vez, a visão voltada para riscos e oportunidades tem grande importância, não apenas no capítulo do planejamento, mas no SGQ como um todo.

Dessa forma, quando um risco é identificado na empresa, ele deverá ser acompanhado até que seja transformado em efeito positivo, promovendo a melhoria. Essa cultura de percepção e monitoramento é de extrema utilidade para quem quer cumprir com todos os requisitos.

Contratar uma consultoria especializada

É claro que ninguém é obrigado a contratar uma consultoria para implementação dos requisitos da ISO 9001. No entanto, essa pode ser uma alternativa necessária para quem deseja poupar tempo e evitar o retrabalho, combatendo a falta de conhecimento com as atualizações.

Receber um relatório cheio ocorrências em vez do certificado final é frustrante para qualquer gestor da qualidade. Portanto, se você não está familiarizado com as alterações na última versão da norma, é melhor redobrar o cuidado.

Por mais que sua empresa não tenha calculado esse investimento, o acompanhamento de um especialista poderá aumentar suas chances de sucesso na auditoria final, evitando despesas futuras que poderão ser ainda maiores.

Investir em cursos e treinamentos

Caso você mesmo queira investir em conhecimento e aplicá-lo diretamente na empresa, existem algumas opções de cursos e treinamentos desenvolvidos para quem quer aprender mais sobre as normas. As opções mais procuradas são os cursos de interpretação, em que todos os requisitos são detalhados com foco no compartilhamento de informações para capacitação de gestores.

​Na hora de procurar por opções, dê preferência a treinamentos executados por profissionais com experiências práticas e teóricas. Aulas dinâmicas também são importantes para facilitar a absorção do conteúdo robusto, por isso, priorize aulas com inserções de vídeos, infográficos e bons materiais por escrito.

Gostou dessa última dica e está pensando em se especializar por um preço justo? Então confira o site da Pollon e conheça as opções de cursos a distância. Além de ficar atualizado quanto aos requisitos da ISO 9001:2015, você poderá contar com apoio na auditoria interna.

No Comments

Cancel